quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Partido Alto na Liberdade

Durante minha ida a Salvador, estive na quebrada mais negra da cidade, o bairro da Liberdade, para conhecer uma roda de partido. Meu cicerone no rolê foi Xarope, MC que rima no grupo de rap baiano Império Negro.
Curiosamente, os baianos chamam de partido alto artistas como Exaltasamba, já em São Paulo, diria que fui a um pagode, taí mais uma das diferenças de linguagens locais do nosso país.
O partido alto é promovido pelo grupo Movimento e Convidados.

video


Cortejo Afro "Elegantemente Sofisticado"




Estive recentemente no ensaio do bloco Cortejo Afro em Salvador, cujo slogan "Elegantemente Sofisticado" faz jus ao nome.
O Cortejo Afro foi criado em 2 de julho de 1998, data da Independência da Bahia, pela comunidade de Pirajá, em um terreiro de candomblé, o Ilê Axé Oyá, atesta toda a sua autenticidade e força da cultura negra sob a orientação espiritual da sacerdotisa Mãe Santinha, uma das mais respeitadas mães de santo da Bahia.
O idealizador e fundador do Bloco, o artista plástico Alberto Pitta, trabalha há 30 anos com roupas com influência afro, criando modelos para os afoxés e blocos de Salvador, inclusive fez as fantasias do Olodum durante 15 anos. A intenção de Pitta é resgatar as cores, sons e ritmos do carnaval, que em sua opinião “o tempo se encarregou de apagar, tornando a maior festa popular do mundo, numa pasta só”. Daí a a presença frequente do branco sobre branco, o azul e prata que são cores de Oxalá. Já os grandes sombreiros que são utilizados pelos integrantes, segundo Pitta, “visam passar o visual dos reinados das tribos africanas, especialmente de Benin, Costa do Marfim, dentre outros países africanos”. O ensaio aconteceu na Praça Teresa Batista, localizada no Pelourinho em Salvador. No comando dos tambores, Cortejo Afro ainda reúne um time de primeira de mulheres percussionistas.
O momento mais emocionante acontece no final, quando o bloco e sua elegante bateria se dirige às ruas do Pelourinho sob uma chuva de folhas de aroeira. África na veia!

video


Copa Cajazeiras

video video

Copa Cajazeiras

Aconteceu no dia 20 de dezembro de 2009 a final da Copa Dreher Cajazeiras, campeonato de futebol de várzea pastrocinado pela Dreher e apoiado pelas Casas Bahia, que reuniu 24 times no campo de futebol da Pronaica, localizado na comunidade de Cajazeiras, periferia de Salvador. Cajazeiras é o maior conjunto habitacional da América Latina com cerca de 600 mil moradores, o campo fica em Cajazeiras 10.
Os três meses de evento foram positivos, o campeonato promoveu o cenário da várzea (na bahia o futebol descompromissado é chamado de "baba") e os times de Salvador. O Cruzeiro foi o grande campeão e faturou 5 mil reais.
Se liga nas imagens:
O pagode da rapaziada que rolava todos os domingos.

Cruzeiro e Fortaleza na final.
Cruzeiro e seu cheque gigante de campeão.



sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

TRIBUTO AO SABOTAGE 24.01 NA FAVELA DO CANÃO


No próximo dia 24.01 acontece mais um tributo ao rapper Sabotage, cruelmente assassinado em janeiro de 2004, uma das maiores perdas da música negra contemporânea, além de um grandioso talento das rimas, um músico inovador, que não se prendeu a estereótipos e "passeou" por outros segmentos da música.
Que Deus o ilumine, Sabota, onde você estiver.