segunda-feira, 9 de agosto de 2010

DoLadoDeCá - www.doladodeca.com.br

Gostaria de te convidar pra conhecer o DoLadoDeCá!!!
DoLadoDeCá é portal de comunicação popular onde são divulgadas informações sobre diversos segmentos de música, futebol de várzea, cultura em geral e literatura.
Ou seja, o mesmo conteúdo que você via no meu blog a partir de hoje você confere no site.
Ainda mostramos em matérias os talentos e articulações comunitárias que movimentam a cultura nos bairros populares e os personagens reais do cotidiano que quebraram barreiras, cruzaram as “pontes” dos abismos sociais existentes em nossa sociedade, e são exemplos de vitória.

*Veja a entrevista gravada com Mano Brown do Racionais MCs sobre o aguardado novo álbum do grupo, além de mostrar com exclusividade o processo de produção musical do rapper, produtor e poeta, um dos maiores nomes da música contemporânea brasileira.

*Confira PODCASTS exclusivos de artistas no www.doladodeca.com.br e navegue ouvindo música:

- DJ KL Jay, um dos maiores nomes dos toca-discos no Brasil, também responsável pelas pickups do Racionais, mostra suas variadas influências musicais.

- DJ Zé Colméia, um dos maiores DJs do funk carioca, responsável por sedimentar a cena em São Paulo, relembra os sucessos do funk antigo.

- T. Kaçula, compositor, músico, vice-presidente do Camisa Verde Branco, idealizador do Projeto Samba Autêntico, faz uma seleção das melhores do samba.

- DJ Lord, selecta (como são chamados os DJs) de dancehall, mostra um set gravado ao vivo durante a festa Ha Ha Ragga em São Paulo.


***A PARTIR DE HOJE, MEU BLOG TÁ EM ENDEREÇO NOVO***

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Baile bom com DJ AJAMU e DJ KULA

Ainda vai rolar um pocket show com o my nigga Du Bronks.
Não perca!!
Baile da pesada, muita disco, funk e rap do bom!


TODOS OS SÁBADOS A PARTIR DAS 23:30H NA SHAG CLUB, ACONTECE A FESTA "CASH BOX" COM MUITO SOUL, DISCO-MUSIC, ORIGINAL FUNK, RAP E R&B SOB O COMANDO DOS DJS KULA (ROSANA BRONK'S) E AJAMU (SINTONIA)!!!

NESTE SÁBADO (DIA 31/07) POCKET SHOW DE DU BRONK'S!

A SHAG FICA NA RUA PEQUETITA 205, VILA OLÍMPIA.
(AO LADO DO VIA FUNCHAL)

COM O NOME NA LISTA ATÉ 1H (SHAGCLUB@UOL.COM.BR)
MULHERES: NÃO PAGAM
HOMENS: R$ 35 DE CONSUMO



PRETO PROBLEMA_NEGREDO - UM DOS MELHORES RAPS BRASILEIROS

SARAU VILA FUNDÃO


Teve início em novembro de 2009, inspirado em Movimentos Sociais brasileiros e Latino Americano.Tem como meta transformar o cidadão de senso comum em um cidadão de pensamento crítico. Busca questionar a forma de Democracia no país. As manifestações artísticas no Sarau são: música, poesia, teatro, literatura, dança, artes plásticas, entre outras.

Todas as quintas-feiras, 20h. Rua Glenn, s/n. Travessa da Av. Sabim. Próximo: Estação de Metrô Capão Redondo. Capão Redondo, Zona Sul. Entrada franca. (11) 5821-8401/ 6440- 1960 c/ Fernando.

sarauvilafundao@gmail.com

www.sarauvilafundao.blogspot.com

quarta-feira, 28 de julho de 2010

O nosso país tá progredindo: F. de São Paulo publica matéria sobre empresas que investem em chances profissionais para ex-detentos

Fonte: F. de São Paulo

A ressocialização de presos começa, enfim, a fazer parte das preocupações de grandes empresas. Petrobras e Usiminas são algumas das (poucas) companhias que estão investindo em novas chances profissionais para os chamados egressos.

A Usiminas decidiu, no ano passado, contratar 16 ex-presos como operadores de tratores, eletricistas e soldadores na mina de Itaúna. "Tivemos um demitido, uma média normal. Queremos contratar mais", diz Helena Pessin, superintendente de desenvolvimento humano da siderúrgica.

Em Minas, a contratação de ex-detentos é alvo do projeto Minas pela Paz, ação das dez maiores indústrias contra a violência. Desde o ano passado, o programa oferece a eles, por meio de parcerias, formação escolar e profissionalizante, além de estimular a criação de vagas. Um programa do governo mineiro cadastra os egressos interessados em trabalhar.

Em um ano, foram preparados 800 egressos e, destes, 300 foram contratados. Boa parte foi para os canteiros da construtora Masb, além da Usiminas. A Fiat também deve contratar em breve.

A Petrobras patrocina, há quatro anos, o projeto Incubadora de Empreendimentos para Egressos, com R$ 1,6 milhão por ano. Neste ano, 200 serão selecionados para o curso de formação de empreendedores, que ensina a administrar um negócio.

Ex-eletricitário, o carioca Fábio Lima fez uma única incursão no crime, que lhe rendeu um tiro e três anos de pena. Em 2007, saiu da cadeia e foi selecionado para o curso da Petrobras.

Durante dois anos, aprendeu a escolher fornecedores, controlar o caixa e cuidar da documentação e dos impostos. Enquanto isso, criou a Art Choco, que fornece doces para bufês de eventos. Trabalha com a mulher e emprega dois funcionários. "Antes a gente gastava e não via retorno. Agora, temos receita mensal de R$ 5.000 e lucro de R$ 2.000. Nem penso no que passou", diz Lima.

ESCASSEZ

O Ministério da Justiça não tem dados sobre egressos no país, mas, em Minas, calcula-se que 6.000 pessoas deixem a prisão por ano - apenas 2.000 buscam o cadastro do governo para emprego.

"Isso mostra a distância do que ainda precisa ser feito", diz Enéas Melo, coordenador do Minas pela Paz. Segundo Melo, 80% dos egressos voltam para o crime. "Quem tem oportunidade não tem recaída." Para ele, o preconceito das empresas ainda é forte --e injustificado.


sexta-feira, 23 de julho de 2010

HJ: SOMBRA E DJ AJAMU NA MATILHA CULTURAL!

HOJE NA MATILHA CULTURAL:
SHOW COM SOMBRA, DJ AJAMU, ZULU E GILMAR DE ANDRADE AS 19H!
GRÁTIS!
NÃO PERCAM!!!!
RUA REGO FREITAS 542, PRÓXIMO A PÇA ROOSEVELT.

SAMBA-ROCK NESTE SÁBADO DJ TONY HITS!




Não perca este baile comandado pelo DJ Tony Hits neste sábado, mega festa no União Fraterna.
Mais infos no http://clubedosambarock.blogspot.com/




quarta-feira, 21 de julho de 2010

Samba do Monte homenageia Tatiana Ivanovici (mto obrigada pelo reconhecimento!!)


O Projeto Comunidade Samba do Monte vem através desse, convidar Tatiana (eu mesma!) Ivanovici (E MAIS UMA RAPAZIADA DE RESPONSA!!!) a receber uma homenagem que faremos em forma de agradecimento no dia 8 de Agosto de 2010 - Domingo no Centro Cultural Monte Azul a partir das 17h.

Motivo da Homenagem:
Iremos homenagear algumas fontes inspiradoras, incentivadores, organizações, apoiadores que que acreditam, colaboram e fortalecem direta ou indiretamente o nosso projeto, além de incentivarem outros projetos que se dedicam a arte, cultura, educação, esporte e á história de nosso país.

* Agenda da Periferia
http://www.acaoeducativa.org.br/agendadaperiferia/

* Associação Comunitária Monte Azul
http://www.monteazul.org.br/home.php

* Barzinho Cultural Monte Azul
http://barzinhoculturalmonteazul.blogspot.com/
* Berinjela Filmes
http://www.berinjelafilmes.com.br/

* Catraca Livre
http://www.catracalivre.folha.uol.com.br/

* Central Hip-Hop (Bocada Forte)
http://www.centralhiphop.uol.com.br/site/

* Chapinha (Samba da Vela)
http://www.monteazul.org.br/home.php

* Guarda Metropolitana * Impactante
http://www.impactantefotos.com.br/

* Jair Guilherme Filho
(Professor,Artista Plástico, Fotografo)

* Kolombolo
http://www.kolombolo.org.br/blog/

* Marcos Mattoli (Clube do Balanço)
http://www.myspace.com/clubedobalanco

* Matilha Cultural
http://www.matilhacultural.com.br/

* Oll Dog Filmes
http://www.olldog.com.br/

* Poeta Sergio Vaz (Cooperifa)
http://www.colecionadordepedras.blogspot.com/

* Rodrigo Bueno (Artista Plastico)
http://www.mataadentro.com.br/

* Samba da Laje
* T Kaçula (Samba Autentico)
http://www.projetoruadosambapaulista.com.br/

* Tatiana Ivanovici
http://tatianaivanovici.blogspot.com/

* Uia Diario
http://www.uiadiario.blogspot.com/

* Yara Moraes
http://www.yaramorais.blogspot.com/

* Z’África Brasil
http://www.myspace.com/zafricabrasil


Dedico esta homenagem à todos aqueles que tentaram de alguma forma prejudicar, caluniar, derrubar, ofender, zépovinhar, invejar, ameaçar, destruir, sacanear, passar o tapete: ESTE RECONHECIMENTO É PRA VOCÊS!!! MTO OBRIGADA, POIS VCS SÓ ME INCENTIVAM A VENCER!!!

Por que quem está do meu lado, sabe que tá, e já possui minha gratidão e lealdade eternas!!!

E pra fechar a idéia: Almir Guineto e "Conselho" e
Leci Brandão com "Deixa Pra lá".



terça-feira, 20 de julho de 2010

MV Bill no "Elevador", programa de entrevistas do site Bolsa de Mulher

Todo direcionado ao público feminino, o site Bolsa de Mulher possui um formato interessante de entrevistas que acontecem dentro de um elevador.
Desta vez o entrevistado foi o MC da CDD MV Bill, que fala sobre o disco novo e carreira.

Confira!

http://msn.bolsademulher.com/video/jHp

terça-feira, 13 de julho de 2010

Chocolate na Clash hoje com Max B.O.!



Nesta semana os DJs King & Zegon recebem o DJ PG e show que deveria ser de lançamento do disco do Max B.O, mas por motivos de força maior o disco não ficou pronto, então o show será para apresentar as musicas novas ao público, e assim que sair o disco faremos o lançamento verdadeiro do mesmo. Chega com sucesso que é tudo nosso !!!
ATENÇÃO : TODAS AS TERÇAS A PARTIR DAS 00HS, ESTAREMOS TRANSMITINDO A FESTA CHOCOLATE AO VIVO PELA RADIO T.R.U.S.T.Y (WWW.TRUSTY.ART.BR) !!!!
Diversão, cultura e muito calor humano pra tirar você de casa na noite da babilônia !!
Organização

Guigo & Kadu

Produção
Pele, Bianca Bertolaccini e Orlando Madness
Clash Club

R. Barra Funda, 969 – São Paulo
www.clashclub.com.br



Tereza Gana no Grazie a Dio hoje!

Em parceria com a Boia Fria Produções e a CASA8 Comunicação Integrada, o Grazie a Dio! continua com suas terças de samba no mês de julho. Nesta semana, a casa recebe a cantora Tereza Gama.

Sobre Tereza Gama: Vocalista da famosa banda de samba-rock Clube do Balanço (ao lado de Marco Mattoli) Tereza Gama apresenta no Grazie a Dio! seu trabalho solo de samba. No repertório, músicas do disco “Aos Mestres com Carinho”, verdadeiras obras de arte dos grandes mestres que interpretaram a história do partido alto, recriadas na poderosa voz de Tereza. “Cuidado Moço”, gravada em 1969 por Jamelão, “Partido na Cozinha”, faixa criada por Osvaldinho da Cuíca e gravada originalmente em 1974, “Barracão é Seu” e “Na hora da sede”, gravadas por Clementina de Jesus, “Roda de Partideiro” e “A Volta”, do mestre Candeia, “Coisa da Antiga”, por Clara Nunes, e “Sorriso Negro”, por Dona Ivone Lara, acompanham outros clássicos do nosso samba no disco solo de Tereza Gama e neste show no Grazie a Dio!



Dia 13 de julho: TEREZA GAMA no Grazie a Dio!
Rua Girassol, 67 – Vila Madalena
Horário: 22h30 (casa abre às 20h)
Entrada: R$ 20; com nome na lista (lista@grazieadio.com.br) enviado até as 17h do dia do show, R$ 15 (homem) e R$ 10 (mulher); mulher é VIP até as 22h
Mais informações e reservas: (11) 3031-6568

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Fórum Hip Hop Municipal envia ao Ministério Público representação contra Prefeitura de São Paulo

REUNIÃO DO FÓRUM HIP HOP MUNICIPAL SP
15/07/2010 HORÁRIO:18:30

LOCAL: AÇÃO EDUCATIVA
RUA GENERAL JARDIM, 660
PRX METRO REPUBLICA/ STA CECILIA

PAUTA
GRUPO E ELABORAÇÃO DO EVENTO 25/07/2010
HIP HOP FILMES PARCERIA COM ASSOCIAÇÃO AMZOM
JARDIM HELENA - ZONA LESTE

EVENTO HIP HOP PARA O DIA 01/08/2010
PARCERIA COM CICAS ZONA NORTE

EVENTO HIP HOP FILMES
ZONA SUL BAIRRO PARELHEIROS

ELABORAÇÃO E DIVULGAÇÃO DE MOBILIZAÇÃO

AUDIÊNCIA PÚBLICA FÓRUM HIP HOP MUNICIPAL SP:

20 DE AGOSTO DE 2010 DAS 19 ÀS 22 HORAS
NA SALA SÉRGIO VIEIRA DE MELO (Primeiro subsolo da Câmara Municipal de São
Paulo)
CONVITES: SECRETARIO DE CULTURA, SECRETÁRIO DE PARTICIPAÇÃO E PARCERIA, COMISSÃO DE JUVENTUDE DA CAMARA SP.


Fórum Hip Hop Municipal envia ao Ministério Público representação contra Prefeitura de São Paulo

O Fórum de Hip Hop Municipal SP, com apoio da ONG Ação Educativa, entrou na última quarta-feira (06/07) com representação junto ao Ministério Público para pedir providência urgente na execução da lei municipal 14.485/2007, SEMANA DO HIP HOP.

Consta na lei que a Semana do Hip Hop deve acontecer na segunda quinzena do mês de março, levando em consideração a semana do dia 21, quando se comemora o dia Internacional de Luta Contra a Discriminação Racial.

Entre os pedidos protocolados na representação constam:

A abertura de Inquérito Civil Público para que sejam averiguados os motivos da não-realização da Semana do Hip Hop;
Pedido de regulamentação para realização anual da Semana do Hip Hop;
Propositura de Ação Civil Pública, caso os procedimentos extrajudiciais não tenham efeito.

Além dos pedidos acima, em caráter de urgência, considerando que a Lei Orgânica do Município prevê o envio da Lei Orçamentária Anual 2011 à Câmara Municipal de São Paulo até o dia 30 setembro de 2010, e que neste período as Secretarias de governo estão definindo suas propostas orçamentárias, o Fórum de Hip Hop Municipal SP solicita que seja recomendada a Secretaria Municipal de Cultura a previsão de rubrica específica própria para o cumprimento da lei municipal.


Histórico
Desde 1995 o Movimento Hip Hop discute com o legislativo municipal a inclusão das manifestações do Hip Hop no calendário de eventos da cidade, isto resultou na elaboração da lei 13.924/2004 que dispõe sobre a Semana do Hip Hop.

Depois de sancionada pelo poder executivo em 2004 o Fórum Hip Hop Municipal SP vem somando forças conjuntamente com outros movimentos sociais para a realização da Semana do Hip Hop. Em 03/03/2009 o Fórum Hip Hop Municipal reuniu-se com as Coordenadorias de Juventude e de Assuntos da População Negra (CONE), momento em que apresentou os documentos orçamentários e uma proposta de projeto para a realização da Semana do Hip Hop 2009. Porém as respectivas Coordenadorias não deram devolutiva sobre a realização do evento.

Alguns membros do Hip Hop paulistano acreditam que a prefeitura é contra as manifestações culturais que possam eventualmente fazer cobranças e críticas aos serviços da atual gestão. Além da não execução de uma lei municipal, que é a Semana do Hip Hop, a administração pública municipal exclui aos poucos as atividades do Hip Hop de todos os calendários culturais.

No ano passado, por exemplo, durante a Virada Cultural, foi colocado em um espaço mínimo, isso sem contar, que foi o único local que teve a revista policial. Este ano, o Hip Hop foi excluído de vez deste evento. Situação que revela uma tentativa de calar um movimento muito utilizado pelos mais pobres de São Paulo para mostrar anseios ou defender determinadas idéias e posições.


Fórum Hip Hop Municipal SP
Criado em 2005 é um espaço e canal de diálogo entre os jovens do Movimento Hip Hop e as representações da administração pública municipal com objetivo de discutir políticas públicas e criar critérios públicos que direcionem a relação entre o poder público e os jovens, garantindo que não haja privilégios de uns em detrimento de outros setores.
Os encontros e discussões do Fórum ocorrem a partir de 8 eixos temáticos:

Difundir o Hip Hop;
Elaborar políticas públicas de juventude;
Inserir o Hip Hop como tema transversal da educação;
Combater a discriminação de gênero;
Organizar uma agenda do Hip Hop na cidade;
Combater a discriminação racial;
Atuar contra a violência policial;
Debater geração de emprego e renda.


Imprensa:

André Luiz dos Santos (Rapper Pirata)
Fone: 11 8216 2160
Mtb:41831/SP
Geraldo Brito
Fone: 11 9556 1766
Mtb: 49219/SP

Sarau Vila Fundão nesta quinta 15/julho terá uma mesa com o tema: América Latina e suas Lutas Sociais

Mesa com:

1.
Pedro Fuentes: Foi militante na Argentina, França e outros países. Ao lado de lutadores históricos como Nahuel Moreno E Che Guevara. Atualmente no Brasil, é secretário de relações internacionais do Psol.

2.
Frederico Henriques: Instituto Voz Ativa de Campinas, voltado a Direitos Humanos pela Defesa da Vida e Meio Ambiente. Frederico teve vivencias em alguns países da América do Sul.

3.
Mauricio Costa: Coordenador da Rede Emancipa de Cursinhos Populares

Horário: às 20h

Rua Glenn, s/n Capão Redondo. Próximo ao Metrô Capão Redondo

Contato: 6440 1960 ou 5821 8401
Fernando

www.sarauvilafundao.blogspot.com

sexta-feira, 9 de julho de 2010

ENSAIAÇO na comunidade da Grissom no Capão Redondo


Idealizado pelo Ferréz e viabilizado pelo Maurício do Detentos do Rap juntamente com Ylsão do Negredo (Periferia Ativa e 100% Favela) e a cantora Martinha (Vila Fundão) o ENSAIAÇO é um espaço destinado aos novos talentos da quebrada. Os grupos que também já tão na ativa mas não possuem um local pra desenvolver seu trabalho podem chegar e se envolver.
Interessante é o fato que também são abertas discussões sobre como profissionalizar o trabalho e temas como postura de palco e estratégias de lançamentos também são discutidos.
Maurício cedeu o espaço que fica em cima do estúdio de gravação da comunidade da Grissom, além de MC, ele também é responsável pela execução da Quermesse da Grissom que acontece no Capão Redondo, zona sul de São Paulo.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Expulsos pela renda, situação das comunidades cariocas


O aumento do valor imobiliário, e o alto custo dos serviços, expulsa os mais pobres das comunidades ocupadas

FONTE: BRASIL DE FATO
Leandro Uchoas do Rio de Janeiro (RJ)


Uma das principais críticas às UPPs diz respeito à chamada “remoção branca”. Pela elevação do custo de vida nos locais onde são implantadas, acabam expulsando moradores, incapazes de arcar com os novos preços, para outras regiões. Como a política tem privilegiado favelas localizadas em regiões ricas das cidades, os pobres acabam sendo expulsos para as regiões distantes dos centros econômicos, reproduzindo a formação geográfica de outras metrópoles, onde os pobres moram, quase sempre, na periferia.
Levantamentos recentes comprovam a afirmação. Segundo dados divulgados pelo jornal O Globo, imóveis nas regiões teriam valorizado até 400%. Cada vez mais, as comunidades estariam ganhando casas mais altas e cômodos anexos. O aluguel de uma loja na Cidade de Deus já estaria custando cerca de R$ 500 – 150% a mais do que antes da instalação da UPP. Na favela do Batam, um condomínio grande de classe média foi construído.

A maioria das comunidades vai ganhar um Posto de Orientação Urbanística e Social – já existente no Santa Marta e no Morro do Borel.
Tarifas antes desconhecidas dos moradores também passam a existir. Em muitas comunidades ocupadas, os “gatos” na luz e na TV a cabo foram eliminados. As pessoas passaram a ter que pagar pelas benesses – e sem a tarifa social, prerrogativa permitida por lei para que os pobres paguem menos por determinados serviços. Na Ladeira dos Tabajaras, a polícia acaba de proibir a atividade de moto-táxis, sem maiores explicações. Mais de 30 bares foram fechados no Pavão-Pavãozinho, por estarem sem alvará.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

PORRADÃO DE 20 com William da Rocinha

Líder comunitário, reconhecido como um dos grandes responsáveis pela pacificação da Rocinha, famoso como DJ, com seu toque mágico operando as pick-ups, William de Oliveira já passou pela prisão, viu de perto a sombra da morte, conduzido pelas armadilhas das drogas. Hoje, deu a volta por cima e usa sua experiência para melhorar a vida das pessoas. É fã do presidente Lula e quer ser deputado estadual pelo Rio de Janeiro. Não perca esta entrevista com histórias da vida real que mais parecem um roteiro de cinema. Com vocês, WILLIAM DA ROCINHA.

Confira a entrevista do articular no site do Celso Athayde: http://www.celsoathayde.com.br/2010/in.php?id=porradao/porradao_william_rocinha

segunda-feira, 28 de junho de 2010

quinta-feira, 24 de junho de 2010

“Filhos da Lua” fogem do sol e do preconceito

Dr. Roberto Biscaro

Pesquisas realizadas nos Estados Unidos e na Europa apontam que uma em cada 17 mil pessoas nasce com albinismo. O problema se caracteriza por uma falha genética na produção de melanina, que provoca a ausência de pigmentação na pele. Há ainda, o albinismo ocular, que prejudica a visão e deixa os olhos sensíveis à radiação solar.

Devido à falta de proteção natural contra os efeitos do sol, os albinos costumam sair para as ruas no período noturno. Por conta desse hábito, são conhecidos como “Filhos da Lua”. Em entrevista à Radioagência NP, o professor universitário Roberto Biscaro, portador de albinismo, revela como superou o preconceito.

Editor do blog Albino Incoerente, que utiliza as ferramentas da internet para combater o preconceito, o professor fala da ausência de políticas públicas voltadas para o combate ao câncer de pele. Faz ainda relatos da violência na Tanzânia, onde há uma crença de que o consumo da carne de albinos atrai sorte e riqueza.

Radioagência NP: Roberto, você é professor universitário, com doutorado pela Universidade de São Paulo. Como encontrou motivação para estudar?

Roberto Biscaro: Eu teria de sair de qualquer forma. Para comprar pão ou para ir ao supermercado. As pessoas iriam me insultar de qualquer forma. Foi aí que decidi sair para fazer outras coisas. Enfim, eu acredito que um dos fatores dessa superação foi o fato de eu ter me tocado de que não adiantava ficar quietinho aqui em casa chorando.

RNP: É mais difícil enfrentar o preconceito durante a infância?

RB: Eu, particularmente, passei por esse processo. Como a gente não tem pigmentação, recebemos apelidos como “Gasparzinho”, “vovô”. Ouvir isso quando você é criança e adolescente, tem efeitos devastadores. É uma época em que a gente está desenvolvendo a auto-estima e aprendendo a se relacionar com o mundo. É especialmente complicado.

RNP: Fora do Brasil os albinos também são tratados com preconceito ou violência?

RB: Em certas partes da Tanzânia e do Burundi, na África, existe uma superstição. Se as pessoas usarem parte do corpo de albinos para fazer porção mágica, elas terão dinheiro e sucesso. Então, os albinos tem sido sistematicamente mortos. São histórias escabrosas de decepação de partes do corpo e de crianças que são mortas diante da família.

RNP: As organizações de defesa dos direitos humanos já se mobilizaram para tentar conter isso?

RB: A ONU e a Comunidade Europeia já foram alertadas. Já existem ativistas lá para tentar amenizar a situação, mas o problema principal é econômico. Como as pessoas não tem dinheiro e, por outro lado, há quem possui para comprar partes do corpo de albinos por milhares de dólares, acaba criando um comércio.

RNP: Quais os cuidados mais comuns em relação à saúde dos albinos?

RB: A gente precisa usar protetor solar todos os dias, mesmo quando não saímos de casa. É preciso reaplicar a cada três horas. O fator de proteção do filtro solar deve ser de 30 para cima. Imagine o preço que fica isso? Quando a gente consegue encontrar em oferta, varia em torno de R$ 30.

RNP: Como as pessoas de baixa renda fazem para ter acesso a esses produtos?

RB: A resposta é simples. Cruel, mas simples: elas desenvolvem câncer de pele. Isso é um dado alarmante. Acaba saindo bem mais caro para os cofres públicos por uma questão lógica. Se a pessoa não usou protetor solar porque não tem dinheiro para comprar, quando desenvolve o câncer de pele, ela vai procurar atendimento público. Não é apenas a dor e o desconforto do tratamento, mas também o custo que isso representa para os cofres públicos. O ideal seria se estado bancasse a distribuição de protetor solar.

RNP: Existe algum projeto de política pública voltada para os albinos, no sentido da prevenção de câncer de pele?

RB: Em agosto de 2009 entrou em tramitação na Assembleia Legislativa um projeto do deputado Carlos Gianazzi (PSOL), que prevê a distribuição de protetor solar e óculos aos albinos residentes no estado de São Paulo. Rio de Janeiro, Minas Gerais e Mato Grosso também têm projetos semelhantes.

RNP: No Brasil existem movimentos organizados formados por albinos?

RB: Até agora, o único estado do Brasil onde os albinos estão organizados é na Bahia. Isso há uns dez anos. Em virtude dessa organização, já desfrutam de protetor solar gratuito, desde 2006, e outros benefícios.

Para obter mais informações sobre o albinismo, acesse o site www.albinoincoerente.blogspot.com

De São Paulo, da Radioagência NP, Jorge Américo.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

COPA DA PAZ 2010, e os campeões foram....










1ª lugar - VILA FUNDÃO, arrematou 8 mil reais
2ª lugar - PORTUGUESINHA DO PARAISÓPOLIS, arrematou 3 mil reais
3ª lugar - VIDA LOKA DO JD. FELICIDADE, arrematou 1 mil reais.

Cerca de 3 mil pessoas estavam "coladas na grade" para conferir as disputadíssimas partidas que aconteceram no campo do Palmeirinha no Paraisópolis no último sábado.
Agradecimentos especiais:
- comunidade do Paraisópolis
- organização da Copa da Paz (rapaziada do Palmeirinha e Vila Fundão)
- arbitragem
- Zé Maria, o padrinho do campeonato, responsável pelos pontapés iniciais das partidas, além de entrega dos troféus
- às torcidas organizadas que mantiveram a disciplina durante a Copa e colaboraram para deixar a festa mais bonita
- e a todos que de alguma forma somaram para trazer mais brilho para o futebol de várzea.

Prêmios de R$ 13 mil - Edital Prêmio Cultura Hip Hop - Inscreva-se agora! Último Mês!‏

Inscreva-se respondendo as perguntas do Edital e mandando pelos Correios.

Todo mundo pode participar, oficinas, projetos e artistas.

Se vc é artista, faz rap, é DJ, pratica dança de rua ou faz graffiti, o Prêmio tem duas, das cinco categorias, que se encaixam no seu perfil. Inscreva-se e concorra aos 13 mil reais.

Preencha e mande pelo correio nesse endereço: Instituto Empreender – SCS QD 01 Bloco nº 28 Edifício JK Sala 23 - CEP 70 306-900 - Brasília – DF

Você também pode se inscrever pela internet clicando aqui. Ou participando das oficinas regionais clicando aqui.

Para saber tudo sobre o Prêmio acesse o site www.premiohiphop.org.br

A primeira categoria é a Reconhecimento; destinada a honrar personalidades ou coletivos importantes para o desenvolvimento da cultura Hip Hop no país, ao longo do tempo.

Nessa categoria o artista ou grupo tem que ser indicado por alguém pela sua contribuição pra o movimento, sendo premiado por região. Por exemplo, importantes nomes para o desenvolvimento do Hip Hop podem ser indicados, como é o caso, de rappers como Racionais, GOG, ou MVBill. Grafiteiros como OS Gêmeos ou Binho e Djs como Cia ou DJ Hum. Também poderão ser indicados dançarinos e crews como Nelson Triunfo e Back Spin. Esses são só alguns exemplos, qualquer grupo ou artista de qualquer região pode ser indicado.

A outra categoria é a Conexões, que premiará iniciativas que promovam o intercâmbio com outras formas artísticas afins à cultura Hip Hop, em particular as expressões culturais afro descendentes, criando novas associações, incorporações estéticas e políticas, para além dos quatro elementos consagrados.

Esse é o caso de grupos como ZÁfrica Brasil que tem forte apelo cultural em suas letras. Grafiteiros como Speto que faz arte dialogando com a Xilogravura. Crews de dançarinos como Discípulos do Ritmo que mistura conceitos as danças do Hip Hop ou DJs como KL Jay que organiza festas e campeonatos. Esse são só, exemplos e as possibilidades são infinitas.

O Prêmio foi criado para conhecer a sua iniciativa que contribui para fortalecimento do hip hop na sua cidade. Então participe! Indique ! Fortaleça o hip hop!

Ao todo são 5 categorias que englobam projetos, midias, artistas, grupos, projetos, oficinas que utilizam o hip hop.

Conheça todas as Categorias

Reconhecimento: destinada a honrar personalidades ou coletivos importantes para o desenvolvimento da cultura Hip Hop no país, ao longo do tempo. - 10 prêmios, sendo dois para cada macrorregião do país.
Escola de Rua: voltada para iniciativas que, por meio dos elementos do Hip Hop, desenvolvam ações sócio-educativas, seja a partir de pedagogias tradicionais ou inovadoras. - 27 prêmios, um para cada Estado da Federação.
Correria: iniciativas que incidem sobre a geração de renda ou que criem oportunidades de trabalho para os envolvidos, tais como a criação de eventos e a confecção de produtos, dentre outras. - 27 prêmios, um para cada Estado da Federação.
Conhecimento: iniciativas que fomentem a realização de encontros, seminários e debates, ou a produção de estratégias para a difusão do Hip Hop. - 35 prêmios, sete para cada macrorregião do país.
Conexões: iniciativas que promovam o intercâmbio com outras formas artísticas afins à cultura Hip Hop, em particular as expressões culturais afrodescendentes, criando novas associações, incorporações estéticas e políticas, para além dos quatro elementos consagrados (Break, MC, DJ e Graffiti). - 35 prêmios, sete para cada macrorregião do país.

Prêmio para quem desenvolveu o Hip Hop no Brasil e sistema de dúvidas online

Categoria Reconhecimento valoriza quem construiu a cultura e SID/MinC cria sistema para tirar dúvidas sobre a inscrição no Prêmio Cultura Hip Hop

Inscrições para o Edital ficam abertas até 12 de julho

A Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural (SID/MinC) criou um sistema FAQ (Frequently Asked Questions) para esclarecer as principais dúvidas dos interessados em participar do Prêmio Cultura Hip Hop 2010 – Edição Preto Ghóez. O Edital, cujas inscrições estarão abertas até o dia 12 de julho e é o primeiro realizado pelo Ministério da Cultura voltado para esse segmento cultural, premiará ações e experiências culturais que têm como objetivo o fortalecimento da cultura Hip Hop em todo o Brasil.

O Prêmio Cultura Hip Hop 2010 – Edição Preto Ghóez é uma realização das Secretarias da Identidade e da Diversidade Cultural (SID) e de Cidadania Cultural (SCC) do Ministério da Cultura, em parceria com o instituto Empreender e com a Ação Educativa. O concurso distribuirá R$ 1,7 milhão em prêmios contemplando 135 iniciativas de pessoas físicas, instituições e grupos informais nas seguintes categorias: Reconhecimento, Escola de Rua, Correria, Conhecimento (5º elemento) e Conexões.

Além do sistema de perguntas e respostas (FAQ) que auxiliará o processo de inscrição, os interessados poderão conferir no site da SID (www.cultura.gov.br/sid) uma série de matérias sobre as categorias a serem premiadas. Nesta edição, será abordada a categoria Reconhecimento que tem como objetivo premiar as personalidades que impulsionaram a história do movimento Hip Hop no Brasil.

As categorias

Reconhecimento: Os 10 prêmios (dois para cada macrorregião do país) para esta categoria serão destinados às personalidades, ou grupos, que desenvolveram ações importantes para o desenvolvimento da cultura Hip Hop. As inscrições, para essa categoria, poderão ser feitas por pessoas que conhecem alguma personalidade importante para o movimento e queira indicá-la para receber a premiação.

O Hip Hop surgiu no Brasil nas décadas de 70/80 reunindo os quatro segmentos centrais da arte: oBreaking (dança de rua), o Graffiti (artes plásticas), o MC (mestre de cerimônias, ou, rapper), e o DJ(Disck Joquei). Mas outras expressões como o Beat Box (músico que faz o som dos instrumentos com a boca) e até os esportes como o skate e, principalmente o basquete de rua, se incorporaram nessa cultura de rua.

O Prêmio Cultura Hip Hop 2010, pretende, com esta categoria reconhecer a importância dos precursores do movimento cultural no Brasil. Algumas pessoas, como o próprio homenageado Preto Ghóez (que será um dos premiados com a categoria Reconhecimento) trabalharam para que o Hip Hop fosse reconhecido como movimento cultural.

Além de Preto Ghóez, que fundou o Movimento Hip Hop Organizado Brasileiro (MHHOB), também se destacaram personalidades como Nelson Triunfo que no início dos anos 70 dançava soul nas ruas de São Paulo, os rappers MV Bill e Gog, as bandas como os Racionais MC’s e os grafiteiros Os Gêmeos ajudaram na projeção nacional do movimento cultural.

O Hip Hop não se limita as periferias das capitais brasileiras. Ele já chegou à zona rural e até nas aldeias indígenas. O grupo musical Brô MC’s da etnia Guarani Kaiowá, de Dourados/MS, gravaram seu primeiro CD, que já foi divulgado na rede de TV musical MTV, depois que os jovens, membros do grupo, participaram de uma oficina de Rap realizada em 2009, na aldeia Jaguapirú Bororó, onde vivem.

(Heli Espíndola-Comunicação/SID)

COOPERIFA EXIBE O FILME "UTOPIA E BARBÁRIE", DE SILVIO TENDLER NO CINEMA NA LAJE

Cinema na laje é um espaço criado pela COOPERIFA e que acontece quinzenalmente às segundas-feiras para exibições de documentários e filmes alternativos de todas as partes do Brasil e do mundo, exibidos gratuitamente para a comunidade.Também criado principalmente para dar luz ao cinema produzido pelos jovensda região, e levar cidadania através da sétima arte. As exibições ficam por conta da Paco´s Vídeo.O cinema Paradiso da periferia também conta com um lanterninha vestido a caráter para dar um charme especial no projeto.

A Entrada é franca. A Pipoca é grátis. E a lua sincera.


CINEMA NA LAJE

Apresenta:

UTOPIA E BARBÁRIE, um filme de Silvio Tendler
"Histórias de nossas vidas ou ter 18 anos em 1968"

Dia 28 de junho (segunda-feira) 20hs30


Laje do Zé Batidão
Rua Bartolomeu dos Santos, 797 Chácara Santana
Periferia-SP
Inf. 83585965
www.colecionadprdepedras1.blogspot.com



Assista o trailler do filme:
http://www.youtube.com/watch?v=kcWucAUWQOA



Sobre o filme:

No dia 23 de abril, chega aos cinemas de todo o país e no dia 28 de junho no Cinema na laje o filme “Utopia e Barbárie”, mais novo trabalho do cineasta Silvio Tendler, que se debruçou nos últimos 20 anos sobre o projeto. Partindo da II Guerra Mundial, o filme faz uma revisão nos eventos políticos e econômicos, que desde a metade do século XX elevaram ao risco e até ao desaparecimento dos sonhos de igualdade, de justiça e harmonia, em busca de entender as questões que mobilizam esses dias tumultuados: a utopia e a barbárie.

“Utopia e Barbárie” é um road movie histórico que percorreu ao todo 15 países: França, Itália, Espanha, Canadá, EUA, Cuba, Vietnã, Israel, Palestina, Argentina, Chile, México, Uruguai, Venezuela e Brasil. Em cada um desses lugares, Tendler documentou os protagonistas e testemunhas da história, os apresentando de forma apartidária, mas sem deixar de trazer um pouco do olhar do cineasta, que completa 60 anos em 12 de março de 2010.

Nas telas, Silvio Tendler trafega por alguns dos episódios mais polêmicos dos últimos séculos, como as bombas de Hiroshima e Nagasaki, o Holocausto, a Revolução de Outubro, o ano de 1968 no mundo (Brasil, França, Chile, Argentina, Uruguai, dentre outros), a Operação Condor, a queda do Muro de Berlim e a explosão do neoliberalismo mais canibal que a História já conheceu.

O cineasta foi à procura dos sonhos que balizaram o século XX e inauguram o século XXI. Ao longo de quase duas décadas de trabalho, Silvio Tendler fez uma minuciosa pesquisa e reconstruiu parte da história mundial, através do olhar de personagens com abordagens e trajetórias distintas, que ajudaram a compor um rico painel de nossa época. O diretor entrevistou inúmeros intelectuais, como filósofos, teatrólogos, cineastas, escritores, jornalistas, militantes, historiadores, economistas, além de testemunhas e vítimas desses episódios históricos.

Os dramaturgos Amir Haddad, Augusto Boal e Zé Celso Martinez, a economista Dilma Rousseff, o escritor e jornalista Eduardo Galeano, o poeta Ferreira Gullar e o jornalista Franklin Martins foram alguns dos nomes que concederam ao filme emocionantes depoimentos. Diversas vítimas, testemunhas e sobreviventes também narraram suas trajetórias, como a argentina Macarena Gelman e a brasileira nascida em Havana, Naisandy Barret, ambas filhas de desaparecidos políticos, além do estrategista do exército vietnamita, General Giap.

Cineastas de vários países também contribuíram com suas visões, como Denys Arcand (Canadá), Amos Gitai (Israel), Gillo Pontecorvo (Itália), Fernando Solanas (Argentina), Hugo Arévalo (Chile), Marceline Loridan (França), Mohamed Alatar (Palestina), Shin Pei (Japão), além dos cineastas brasileiros Cacá Diegues, Sérgio Santeiro e Marlene França.

Orçado em R$ 1 milhão, o longa-metragem conta com a narração de Letícia Spiller, Chico Diaz e Amir Haddad. A trilha sonora, especialmente composta para o filme, é assinada por Caíque Botkay, BNegão, Marcelo Yuka e pelo grupo Cabruêra.

Sobre o diretor
Silvio Tendler é diretor de O Mundo Mágico dos Trapalhões, que fez um milhão e oitocentos mil espectadores; Jango, fez um milhão e Os Anos JK, oitocentos mil espectadores. Seu último longa-metragem, Encontro com Milton Santos, ficou entre os dez documentários mais vistos de 2007. Com seus filmes Silvio ganhou quatro Margaridas de Prata (prêmio dado pela CNBB), seis kikitos (Festival de Gramado) e dois candangos (Festival de Brasília).
fonte: www.cartamaior.com.br


sexta-feira, 18 de junho de 2010

FINAL DA COPA DA PAZ NESTE SÁBADO

A disputadíssima final da COPA DA PAZ 2010 no Paraisópolis acontece neste sábado.
Não perca!!

Palmeirinha X Vida Loka 16H.
Vila Fundão X Portuguesa do Paraisópolis no sábado a partir de 18H.







quinta-feira, 17 de junho de 2010

Show de MV BILL * Lançamento do CD "Causa e Efeito"


Show de MV BILL * Lançamento do CD "Causa e Efeito"
Abertura banda Mon Cher
e Coletivo Carioca de hip hop
Sexta-Feira, 25 de Junho de 2010, no Circo Voador, Rio de Janeiro.

MV Bill lança o seu quarto CD intitulado "Causa e Efeito".

O disco foi gravado no Rio de Janeiro e o próprio MV Bill assina a direção artística.

O novo álbum contou com a colaboração de diversos produtores do Brasil, entre eles o DJ KLJ dos Racionais MC's, e do exterior, o coletivo alemão Kingstrumentals.

O disco “Causa e Efeito” conta com participações especiais de Chuck D. (líder do grupo de Rap americano Public Enemy) na música "Transformação", que tem arranjos de violinos de DJ Luciano. A faixa "Cidadão Refém" trás a participação de Chorão (Charlie Brown Jr.). Assim como em trabalhos anteriores, MV Bill divide grande parte dos vocais com sua irmã KMILA CDD, e nesta forma inédita, apresenta uma faixa exclusiva com ela nos vocais intitulada "Kmila CDD ".


O CD estará sendo vendido no local por R$ 5.


A noite também traz a banda Mon Cher, banda mineira de música , onde cada indivíduo tem sua própria percepção sobre referência musical. Pelos contornos dos modelos atuais de música, tem como única regra, a liberdade musical, sem receitas, abrindo espaço para a criação de música intuitiva. Voltado para o formato de compartilhamento digital, a banda tem influência de Bossa com Rock e Samba num Pop New Wave, de mistura intuitiva. Desde 2008 a banda levanta a bandeira de referência e estilo.

http://www.myspace.com/monchermusic

O evento que promete ser uma noite eclética apresenta também DJ Roger Flex, Coletivo Hip Hop Carioca, VJ Léo Oliveira e muito mais.

Acompanhe mais informações no Blog www.mvbill.blogspot.com

Idealização Chapa Preta

Apoio Dom Produções Criativas